BEM VINDO AO BLOG!

A que distância você se encontra entre o que pensa, diz e age?

Sigmund Freud

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Transtorno de personalidade


Psicopata e Sociopata
por Fernanda Salla | Edição 99

 Os dois termos são sinônimos para um tipo específico de transtorno de personalidade. De acordo com a Classificação Internacional de Doenças (CID-10), o termo oficial para designar um psicopata ou sociopata é personalidade dissocial ou antissocial.
 "A psicopatia é um termo muito confuso historicamente, sendo que, hoje, se refere a apenas um dos oito transtornos de personalidade existentes", diz o psiquiatra forense Daniel Martins de Barros, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ou seja, a associação que, em geral, fazemos do termo psicopata com um assassino frio, como um serial killer, não passa de mau uso do termo.

Os oito transtornos principais de personalidade são:

01 - ANTISSOCIAL
O sociopata - tem tendência à agressividade e não observa às normas sociais. Ele dificilmente altera o seu modo de agir e não relaciona uma sanção que venha a sofrer como um instrumento de reprovação do seu comportamento. Não assume a responsabilidade pelos seus atos e geralmente atribui a motivação da ação ou BA realização da mesma a outras pessoas.
São personagens frequentes nos filmes. O Juiz representado por Stalone que elimina os bandidos que não consegue prender; no seriado Dexter da TV o agente elucida legalmente vários crimes e nos momentos de ócio mata os que não foram presos.
02 - ANSIOSO
O ansioso é uma pessoa sempre tensa, insegura, e que medo de qualquer coisa que quebre a sua rotina. Ela não tolera críticas a sua pessoa e possui um profundo sentimento de insegurança e inferioridade. Procura desesperadamente agradar os que estão a sua volta, tentando evitar qualquer rejeição. Normalmente se sente mal quando exigida atividades fora de sua rotina, já que ela lhe oferece segurança. 
03 - PARANOIDE
Cuida-se da pessoa que não suporta ser contrariada, não perdoa o que pensa ser uma ofensa ou insultos. Sua percepção não corresponde sempre a realidade pois tende a distorcer os fatos, interpretando as ações dos outros, mesmo que sejam boas ou inocentes, como hostis ou de desprezo.
Esse é o típico paranoide. Em geral, também suspeita da fidelidade de seus companheiros. Mas não confunda com a paranoia, que é uma doença grave e não um tipo de distúrbio de personalidade
04 - DEPENDENTE
O tipo dependente tende a deixar que outras pessoas tomem qualquer decisão por ele. O dependente receia ficar isolado  e se vê como uma pessoa fraca e incompetente.  Por ser submisso à vontade alheia tem dificuldade em lidar com mudanças ou novos desafios
05 - HISTRIÔNICO
É o histérico ou psicoinfantil. Tenta ser sempre o centro das atenções e se revela extremamente dramático, exibicionista e exigente. Para piorar, é inconstante sentimentalmente, instável, manipulador, egoísta e bastante superficial
06 - ESQUIZOIDE
A pessoa costuma afastar-se dos outros, tendo poucos contatos sociais ou afetivos. Prefere atividades solitárias e a introspecção. Mas, assim como no caso da paranoia e da personalidade paranóide, o tipo esquizoide não tem nada a ver com a esquizofrenia
07 - BORDERLINE
Agir de modo imprevisível, ter acessos de ira e ser incapaz de controlar o seu comportamento impulsivo são as características da galera com esse transtorno. O borderline também pode apresentar perturbações da autoimagem e tendência a adotar um comportamento autodestrutivo. Ver o “Vide vídeo” abaixo.
08 - OBSESSIVO-COMPULSIVO
A pessoa quer sempre tudo certinho, sendo perfeccionista ao extremo. Esse é o típico anancástico ou obsessivo-compulsivo. Em geral, é obstinado em fazer as coisas como acha que devem ser feitas, sem nenhuma flexibilidade. Essas características podem vir acompanhadas de impulsos repetitivos, mas não atinge a gravidade de um transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)

Fonte: Matéria completa em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário